TV CONSUMIDOR Bah! TV ONLINE TOP Consumidor NOTÍCIAS RECOMENDAMOS QUEM SOMOS CONTATO  
Granpal propõe criação de fundo para custear isenções do transporte
   
     
 


27/09/2021

Granpal propõe criação de fundo para custear isenções do transporte
Com participação da União e do Estado. Proposta foi debatida em reunião com o chefe da Casa Civil, Artur Lemos Júnior, nesta segunda-feira

A criação de uma alternativa para custear as isenções do sistema coletivo metropolitano pautou um encontro entre prefeitos e o Governo do Estado. O Fundo de Financiamento de Mobilidade foi debatido em audiência entre a Associação dos Municípios da Região Metropolitana da Grande Porto Alegre (Granpal) e o chefe da Casa Civil, Artur Lemos, nesta segunda-feira. O encontro ocorreu no Centro Administrativo Fernando Ferrari (CAFF), em Porto Alegre. 

Além da criação do fundo com valores que viriam de impostos, os prefeitos defendem a participação da União para auxiliar os municípios a enfrentarem a falência do atual sistema de transporte. “Faremos uma grande comitiva para acampar em Brasília para tentar convencer o Governo Federal de que ele é parte desse processo. O Estado também não pode se ausentar na participação do fundo, assim como os municípios, que deverão entrar com uma parcela”, afirmou o presidente da Granpal, Sebastião Melo. 

A proposta é que o secretário de Articulação e Apoio aos Municípios, Luiz Carlos Busato, lidere um fórum envolvendo secretários de transporte para também encontrar soluções. “Existem problemas que se arrastam há mais de 30 anos na Região Metropolitana envolvendo a integração do sistema”, pontuou o prefeito de Porto Alegre.

Saneamento e educação

Durante o encontro, também foi abordada a regionalização do saneamento no Estado. A Granpal reiterou a competência municipal frente ao novo marco legal e destacou estar disposta a contribuir para a formatação de um projeto que garanta a autonomia dos prefeitos. “Reafirmamos o desejo de construir uma regionalização em que os municípios sejam ouvidos. Não podemos abrir mão do nosso papel enquanto marco regulatório porque água é vida e pertence aos municípios”, salientou, reforçando que a subunidade das bacias hidrográficas é um bom caminho.

No encontro, também foi discutido o ICMS ligado à educação. A proposta do Governo Federal prevê repasse de recursos através de índices de avaliação, como o Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb). Os gestores municipais demonstraram descontentamento com relação a esses critérios, destacando haver disparidade em relação a pequenos e grandes municípios.

Fonte: Assessoria de Imprensa
Autor: Taís Dihl
Revisão e edição: de responsabilidade da fonte
Autor da foto: Audiência com Artur Lemos Alex Rocha PMPA


Imprimir Enviar link

   
     
 
Comentários
 0 comentários


   
       
     



     
   
     
   
     
 





























 
     
   
     
 
 
 
     
 
 
     
     
 
 
       

+55 (51) 2160-6581 e 99997-3535
appel@consumidorrs.com.br